Organizando(me)

Três filhos, um marido, um gato, duas tartarugas, uma casa, um trabalho, um hobby, um blog.

Se tivesse que resumir a minha vida de uma forma muito simplista, seria assim.

Posso dizer que uma das perguntas que ouço com alguma frequência é “como é que consegues?” Por norma a resposta é um encolher de ombros e um sorriso.

A verdade é que eu também não sei. Uma das minhas grandes questões existenciais é “como é que alguem que nasceu sem o minimo sentido de organização consegue fazer tanta coisa?” Costumo dizer que a organização foi aquele item que a cegonha perdeu pelo caminho quando me foi entregar… (e se duvidas restarem perguntem à minha mãe como é que eu organizava o meu quarto em criança, e depois em adolescente!)

Na realidade tenho uma grande tendencia a dispersar-me quer nas minhas acções quer nos meus pensamentos, e embora não pare o dia todo chego muitas vezes ao final do dia com a sensação de que não fiz nem metade do que gostaria de ter feito…

Em relação a isto, uma das frases que ouvi que mais me marcou nos ultimos tempos foi de uma colega de trabalho, mãe de quatro, que me disse que a partir do 3° filho deviamos gerir a casa/familia como se de uma micro-empresa se tratasse.

Então, resolvi começar a contrariar este meu modo de ser -desorganizada e do “logo se vê”. Para isso, oganização, planificação e disciplina são palavras que treinei muito em frente ao espelho nos ultimos tempos!

E hoje apresento-vos o meu primeiro projecto nesse sentido: o meu “Control Center”! Já está feito ha alguns meses, mas só agora comecei disciplinadamente e obedientemente usá-lo de verdade!

 

PicsArt_1452722699355

 

A sua construção não foi dificil, algumas horas no pinterest, muitas ideias, perceber o que era importante para mim no MEU “Control Center” e depois foi tentar conjugar o lado prático com o lado decorativo! Fiquei satisfeita com o resultado, e ter a informação toda reunida tem-se revelado muito útil!

O meu “Control Center” tem:
– um calendario com um espaço para cada um onde escrevemos horarios, consultas, datas importantes, etc.
– um quadro onde todos os domingos escrevo os menus da semana

PicsArt_1452723836751

– um quadro com todos os horarios das actividades dos muidos (escola, jardim-escola, futebol, ginastica etc)

– um quadro com a programação das actividades diárias, uma folha para cada dia da semana onde tem já pré-registado todos os horarios das actividades fixas, e espaços em branco para o resto. Nessa folha também esta espaço para notas, coisas importantes e marcações (consultas e afins) para esse dia. Ao lado está uma folha com as tarefas de limpeza a fazer durante a semana.
– um quadro com as tarefas de cada um dos miudos, para irem anotando à medida que vão fazendo cada coisa. Não há castigos se não fizerem nem recompensas se fizerem, é simplesmente para poderem também eles controlar e organizar as suas tarefas.

 

PicsArt_1452723434512

– um pequeno quadro para mensagens

– uma parte para colocar coisas a pagar e correio importante/a ser triado e/ou coisas a fazer.

 

PicsArt_1452724770049

 

PicsArt_1452722890447

Espero ter dado boas ideias a outras mães para quem, como eu, a cegonha devia ter sido mais generosa na virtude da “organização”!
No próximo post sobre o tema vou falar-vos do método de organização que comecei a seguir no inicio do mês e que em pouco tempo permitiu que consiga ter sempre a casa em ordem e a roupa em dia! Começo agora a entrar no sistema de limpeza da casa com este método, que também me parece bastante prático! Mas isso, é para o proximo post!

E assim vai a vida, aos olhos de uma mãe 🙂

Anúncios

Hoje a vida esperou

PicsArt_1451422864662

A vida não pára e o tempo não dá tréguas…. o tempo com o seu irritante “tic-tac” que persegue e chateia quando as vezes só queriamos que o dia tivesse o dobro das horas para que pudessemos fazer tudo o que “temos que fazer” e ainda conseguissemos fazer o que “queriamos fazer”, onde muitas das vezes se enquadra o “estar mais tempo com os miúdos”…

Mas no meio do corre do dia-a-dia em que se limpa daqui, arruma dali e cozinha dacolá, o relógio, que parece não tentar nem perceber a quantidade de vezes que tentamos dividir-nos para conseguir chegar a todo o lado, continua implacavél na sua missão de fazer o tempo avançar… e muitas das vezes chegamos ao final do dia com o sentimento de que mais uma vez fizemos muito daquilo que “tinhamos que fazer” e muito pouco daquilo que “queriamos fazer”.

Então hoje decidi que a vida ia ter de esperar. E a roupa que estava na maquina esperou. E o chão por aspirar esperou. Até os banhos esperaram. Até o jantar esperou. Porque hoje foi dia de dormir a sesta “enroscadinhos”. Porque hoje foi dia de andar de patins em linha pela primeira vez. Porque hoje foi dia de jogar bagdmington, e de brincar às princesas, e de jogar mini-matraquilhos.

Os banhos e o jantar passaram para segundo plano e chegaram com uma hora e meia de atraso (só porque estamos de férias!). O chão e a roupa e as outras tarefas da casa passaram para terceiro plano e só foram feitas as que foram possiveis.

Uma vez, ainda eu não era casada, uma prima de quem gosto muito disse-me “não podemos ser escravas da casa”. Nunca esqueci estas palavras, mas apercebo-me que o sou mais do que gostaria.

Porque o tempo não dá trégias e a vida não pára. E eles não páram de crescer.

Mas às vezes a vida pode esperar. E por isso, hoje, a vida esperou!

 

E assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

O nosso Advento

PicsArt_1449097859096

Acabamos de entrar na época natalícia, que os miudos (e graúdos!) tanto adoram! E com ela vêm as decorações de Natal, a árvore de Natal, o Presépio e o típico calendário do Advento, sendo o mais conhecido (pelo menos por mim) aquele que é um cartão enorme com imagens natalícias e com uma janelinha para cada dia do mês, onde todos os dias os miudos têm uma guloseima à sua espera. Também conheço outros, de tecido, com uma bolsinha para cada dia, onde os pais colocam o miminho escolhido, e que deixam os mais pequenos num êxtase total!

Ca em casa sempre comprei o tal dos chocolates (este ano foi a avó que mandou), mas no ano passado decidi fazer algo diferente, e como teve um resultado fantastico, decidi repetir este ano! Na verdade são caixinhas, uma para cada dia do advento, que têm no interior uma actividade a fazer com a mãe, com o pai ou com os dois (dependendo dos horarios de trabalho de cada um). Costumo procurar actividades nas agendas de Natal das cidades e aldeias aqui da zona, e além disso aproveito para fazer com eles coisas que já vou tendo em mente há algum tempo mas que na rotina do dia-a-dia nem sempre consigo, ou ainda coisas banais mas que sei que eles adoram… outras vezes ainda, recebem “a tal” guloseima, por norma quando o pai e mãe trabalham os dois, isto porque com os nossos horarios é dificil fazer actividades nesses dias…
As caixinhas do ano passado fizemos à mão, mas como foi algo que demorou hooooras, este ano decidi comprar as caixinhas e apenas aplicámos as decorações.
Sempre com ajuda deles, (umas vezes muito dedicados, outras a curiosidade falava mais alto e tentavam perceber o que estava no interior das caixas) o nosso calendário foi pendurado com fitas de Natal no corrimão das escadas.

PicsArt_1449097946242

Aqui ficam as nossas actividades, para o caso de quererem tirar ideias:

Dia 29 – fazer frascos relaxantes (veja aqui como fazer)

PicsArt_1449098054909

Aqui estão os nossos, acho que deviam ter levado mais cola, mas ficaram engraçados e os miudos gostaram 🙂

Dia 30 – fazer árvore de natal e decorar a casa

PicsArt_1449097990741

Dia 1 – um marshmallow para cada um
Dia 2 – ir dar um passeio e brincar na neve

12346314_999079770138363_2739934253539839472_n

Dia 3 – aprender uma música de Natal
Dia 4 – ir ver cânticos de Natal à Catedral de Lausanne
Dia 5 – fazer uma actividade com o pai
Dia 6 – um chupa-chupa para cada um
Dia 7 – ir fazer patinagem no gelo
Dia 8 – fazer um passeio na floresta e apanhar folhas bonitas para fazer uma bricolagem com a mãe
Dia 9 – crepes de nutella para o lanche
Dia 10 – ir lanchar a casa da Ana
Dia 11 – escolher um brinquedo que já não brinque tanto para dar este Natal a uma criança desfavorecida
Dia 12 – escrever a carta ao Pai Natal
Dia 13 – lanche especial de Natal: fazer bolo de mel/canela com chocolate quente e/ou chá de Natal + bricolagem de Natal (marcadores de mesa para a consoada – veja aqui um exemplo)
Dia 14 – historia sobre o Nascimento de Jesus e história dos Reis Magos
Dia 15 – um chocolate para cada um
Dia 16 – ir à festa de Natal das crianças na praça do Flon em Lausanne
Dia 17 – bricolagem de Natal: fazer um anjo com rolo de papel (veja um exemplo aqui)
Dia 18 – bricolagem para a mesa de natal: porta guardanapos (veja um exemplo aqui)
Dia 19 – serão pizza caseira e filme de Natal (por ex. O Quebra Nozes)
Dia 20 – fazer bolachas de Natal decoradas
Dia 21 – fazer decorações de Natal em massa de sal (muito utilizado aqui na suiça, funciona como plasticina e depois vai ao forno, podendo ser posteriormente pintado, veja a receita aqui)
Dia 22 – ir entregar o brinquedo escolhido para dar
Dia 23 – ajudar a mãe a preparar os doces de Natal
Dia 24 – caça ao presente durante a tarde

Este ano queremos encher a casa de Natal! Porque Natal é amor, esperança, fé e alegria! Porque Natal é tempo para renovar energias e sentimentos! Porque Natal é tempo para acreditar!

Porque amar(-se) nunca é demais!