Fim-de-semana louco!

PicsArt_07-02-10.51.46

Há dias em que parece que todas as estrelas e planetas do universo se unem numa conjuntura maldosa para nos tornar a vida particularmente dificil!

Como o pai trabalhou todo o fim-de-semana, la tive de gerir os 3 sozinha, à semelhança daquilo que acontece durante a semana. No entanto eu queria passar um fim-de-semana agradavel com os miudos, daqueles em que eles se divertem imenso e ficam tão cansados que ao final do dia adormecem em três tempos…

Com o mau tempo que está por aqui, o programa era piscina sabado à tarde e bowling domingo. Mas as voltas foram trocadas e acabámos por ter um fim-de-semana de loucos!

A piscina correu lindamente, e eles colaboraram de uma forma fantastica para esse facto! Mas, quando nos estavamos a preparar para ir embora, a Eva foi descer o escorrega uma ultima vez com o irmão mais velho, mas ao ganhar velocidade acabou por bater com a cabeça na lateral do escorrega, ficando logo com bonito hematoma. Até aqui nada de anormal, não fosse a sonolência excessiva e os 3 episódios de vómitos que se seguiram. Conclusão: urgência com os 3. Deixo-vos imaginar a “animação”.

Como ela acabou por ficar melhor o médico perguntou-me se eu me sentia à vontade para a vigiar em casa com indicação de voltar se voltasse a vomitar ou se aparecessem outros sintomas, ou se eu preferia passar la a noite. Obvio que tudo o que eu queria naquele momento era ir para casa com os 3!

Chegados a casa ainda vomitou mais duas vezes e depois adormeceu num sono reparador. De forma a poder vigiá-la dormimos as duas no sofá, e eu acordei como se tivesse participado num combate de kick boxing contra o campeão nacional.

Devido ao episódio do dia anterior, decidi que o bowling ficaria para outro dia, e que passariamos um domingo tranquilos em casa a ver filmes e fazer bolos. Fizemos um bolo, sim, mas “tranquilo” não é o melhor adjectivo para descrever o dia de hoje!

Lutas (literalmente, com murros, pontapés e beliscões) entre os dois mais novos, o mais novo que nem quer fralda, nem bacio, nem sanita, o que me valeu um valente xixi no sofá (obviamente um sofá em tecido, de outra forma não tinha piada!), e mais dois xixis pelo chão (chato mas bem mais fácil de limpar).

Tentativas de brincar com eles que nunca agradavam a todos.

Depois, para me animar ainda mais, por acaso, encontrei um site que fez um post baseado num post meu, usando o meu titulo e a minha foto (sem citar a fonte), que por acaso é uma foto mesmo minha e não uma qualquer foto encontrada por aí num motor de busca (e por isso, a partir de agora, todas as minhas fotos terão o meu logo!).

Já a terminar o dia – pensava eu – estava a servir o jantar, que por acaso era canja, quando a do meio e o mais velho se envolvem também eles num combate digno de um festival de wrestling. La fui eu tentar gerir a situação e quando chego à cozinha, o mais novo que de tanta fome que tinha não conseguiu esperar e pegou num dos pratos de canja que estavam já servidos na bancada, e cujo conteúdo foi, obviamente, parar ao chão. E digo-vos, limpar um chão cheio de pevides de canja não é pêra doce!

Continuamos para bingo: banhos e cama para finalmente respirar de alivio. Já no banho, a Eva decide que eu também deveria aproveitar o momento para tomar um duche e vira literalmente o chuveiro para cima de mim. Mais uma pausa, mais uma inspiração e continuamos. Chegou a hora de dormir! Yupiiii!!

Só que não. Cereja no topo do bolo: o mais novo perdeu a sua ultima chucha! Tentei aproveitar a deixa a ver se ele largava a chucha de vez, mas tive um drama digno de Hollywood, com direito a lágrimas, gritos, braços e pernas em todas as direcções e ainda -quando eu pensei que a coisa ia acalmar – despir-se 3 vezes (fralda incluida). Dei a volta à casa com o mais velho e nem sinal da chucha. Felizmente tem uma chucha em casa de uns amigos que moram do outro lado da rua, e cujo o filho mais velho teve a amabilidade de me vir ca trazer a dita. Será desta???

Não. O Francisco perdeu o comboio do sono e agora não quer dormir. Ok, desisto. Espero pelo pai e ele quando chegar do trabalho há-de conseguir gerir a situação!

Assim foi. São 22h15, e estão finalmente os 3 deitados.

Tudo isto para dizer que há dias na vida de uma mãe em que parece que tudo fica fora de controlo!

Tudo acontece num abrir e fechar de olhos e só temos vontade de nos sentar no chão e chorar como um bebé!

Eu optei por me tentar rir a cada vez que alguma coisa acontecia, como se de um filme de comédia se tratasse, na tentativa de escapar às lagrimas desesperadas de quem deita a toalha ao chão…

Mas confesso que já só estava desejosa que o pai chegasse para eu poder “retirar-me de cena”!

Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe (que hoje está exausta)!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s