Para ti Duarte

picsart_09-10-04-56-34

Duarte, meu querido Duarte. Há tanta coisa que te podia dizer!

Podia dizer-te o quanto chorei com um teste de gravidez positivo na mão… eu estava no ultimo ano do curso e não era momento!

Podia falar-te do quão feliz o teu pai ao saber de ti, e enquanto eu chorava ao contar-lhe, ele ria de felicidade!

Podia contar-te que pensei não avançar com a gravidez, mas sempre que pensava nisso chorava ainda mais, e percebi que uma coisa que me causava tanto sofrimento não poderia de todo ser a solução! Tu já eras o meu pequenino!

Podia dizer-te que foi a melhor decisão que tomei em toda a minha vida!

Podia dizer-te que quando fui receber o meu diploma de final de curso, exibi orgulhosamente a minha – grande – barriga, e tu foste aplaudido de pé por toda a plateia!

Podia dizer-te que quando nasceste o meu coração passou a andar fora do meu peito!

Podia falar-te do orgulho que sinto em ti, no menino maravilhoso e curioso que és!

Podia falar nas dificuldades que passamos e que poucos compreendem, no teu esforço para superar isso, e no nosso esforço para gerir os dias mais dificeis.

Podia dizer-te que ser tua mãe foi o maior desafio de todos, mas também aquele que me força a ser a cada dia uma mãe e uma pessoa melhor!

Podia falar-te no medo que tenho da adolescência, que te deixes levar na conversa de outros, que não saibas dizer não nem impor a tua vontade. Que faças asneiras sabendo que o que estas a fazer está mal, mas que o faças porque fulano tal disse para fazeres…

Mas de todas estas coisas falarei contigo mais tarde…

Aquilo que te quero dizer hoje é bem mais importante:

Ontem fizeste 9 anos, e disseste várias vezes que daqui a um ano terás 10 anos, que será outro patamar. Sem dúvida! Mas quero pedir-te que aproveites cada dia da tua infância sem teres pressa de crescer. Não te pressiones tanto para seres sempre o melhor, porque o melhor nem sempre é o mais feliz. Não te preocupes se errares ao tentar fazer alguma coisa, os nossos erros ensinam-nos a crescer e mostram-nos outros caminhos para chegar ao nosso objectivo. Simplesmente nunca desistas. Luta, apaixona-te pela vida, impõe a tua garra, mas nunca deixes de ser humilde, sincero e honesto.

Sê feliz meu filho! Parabéns!

Amo-te mais do que possas imaginar! És e serás sempre “o meu pequenino” ❤

 

Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s