Escola, essa nova etapa!

20160901_134145

Há uma linha que separa o “mundo dos bebés” do “mundo dos meninos crescidos”.
Para mim essa linha chama-se ESCOLA.

A entrada na escola é um marco importantíssimo na vida de uma criança. E para mim sempre foi um confronto com a realidade. Aquilo que me diz que efectivamente eles já não são bebés.

É assim como se a entrada para a escola trouxesse uma mensagem dissimulada da sociedade, escrita com letras bem grandes: “A partir de hoje, e para o resto da tua vida vida vais ter responsabilidades e horários a cumprir! Bem vindo ao mundo dos crescidos! ”

E acreditem, para uma mãe isto é um choque! Crescidos?! Mas ainda ontem eu estava grávida! São uns bebés ainda! Ok, já se vestem sozinhos, já comem sózinhos, até já vão ajudando la em casa… mas, crescidos?! (Atenção: até podiam começar a escola aos 10 anos, a minha reacção seria a mesma 😁 )

A Eva começou a escola esta semana. Estava contentíssima, super orgulhosa e cheia de sí – menina crescida!

No entanto, quando a fui deixar naquela sala de aula não pude evitar ficar momentaneamente com os olhos cheios de água.

Não, não é por deixar de ser o único modelo feminino e exemplo que ela vai seguir a patir de agora!
Nem sequer é por deixar de ser a única a ensinar-lhe coisas importantíssimas como por exemplo lavar bem as mãos depois de ir à casa de banho, a não falar de boca cheia, e outras que tais que ela me vai repetindo e explicando tão bem no dia-a-dia, relembrando-me o quão bem tenho feito o meu trabalho até agora…
Não, também não é porque a partir de agora passa cerca de 30% do seu tempo com outra mulher, ou porque essa mulher lhe vai ensinar coisas tão interessantes que ela vai passar a admirá-la quase tanto como a mim… nada disso. Nem sequer é porque não posso evitar de sentir assim uma pontinha de ciúmes dessa “outra mulher” que acabou de entrar na sua vida.

O que me deixou de olhos vermelhos e cheios de água foi mesmo o facto de que agora a minha menina pequenina faz parte do “grupo dos crescidos”. Com tudo o que isso implica. A minha menina está C-R-E-S-C-I-D-A.

No entanto, o que descansa este meu coração de mãe galinha, é saber que quando a escola acaba, volto a ter de volta a minha menina pequenina, que ainda precisa tanto de mim, dos meus miminhos, dos meus “ensinamentos”, do meu amor.

 

Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s