Ser mãe de uma criança TDAH

Ser mãe de uma criança com TDAH é saber que qualquer alteração à rotina significa que estamos tramados!

É saber que o final da escola e o inicio das férias de verão é um dos momentos críticos do ano.

É saber que as mudanças causam um stress fora do comum, que aumenta a pique a companheira agitação.

É começar o dia a ouvi-lo a cantar mais alto do que o sistema de som de um carro de tunning em pleno encontro.

É ter a impressão que a frase “pára de bater na tua irmã” já sai em modo “piloto automatico”

É passar o dia a ouvir contestação, oposição, e respostas tortas logo seguidas de um “oups!”

É saber que nestas alturas temos a dura missão de tentar encontrar o equilibrio entre o “dar um desconto” e o continuar a dar os limites tão necessários para manter alguma estabilidade

É ter um filho que sózinho nos exige mais energia em duas horas do que os mais novos juntos o dia todo

É ter vontade de chorar várias vezes ao dia simplesmente porque sentimos que naquele momento não conseguimos fazer melhor

É respirar fundo e começar de novo

É chegar ao final do dia ir deitá-lo, “enroscar” 5 minutos com ele e ouvir “mãe, quem me dera que o tempo parasse e que eu pudesse ficar assim contigo para sempre”

É saber que estes pequemos momentos fazem tudo valer a pena!
Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s