O lado lunar da maternidade

PicsArt_1453845691459

Fonte: “Baby Blues” cartoon

Sim, a maternidade tem um lado lunar! Mas não é politicamente correcto falar sobre isso! É que se falarmos sobre isso as outras mulheres podem deixar de querer ter filhos.

É quase como ter medo que as fabricas de chocolate vão à falência só porque é do conhecimento geral que o chocolate engorda!

Sim, há momentos em que as mães queriam ser apenas mulheres comuns durante umas horas.

Poder tomar um banho de imersão sem ser preciso por a “Peppa Pig” em modo replay durante meia hora, que é o tempo maximo que as “crias” ficam em frente à tv sem reclamar.

Poder arranjar as sobrancelhas ou fazer a depilação sem perguntar 30 vezes em décibeis elevados “esta tudo bem?” Ou “o que estão a fazer?” Esperando uma resposta que não a faça sair da casa-de-banho a correr a meio da tarefa.

Poder ir à casa de banho e demorar o tempo que precisa, sem pensar nas potenciais “cabeças partidas” e em todos os outros acidentes domésticos que podem ocorrer quando os filhos estão fora do alcance do olhar atento de uma mãe.

E, às vezes, as mães também têm dificuldades em gerir casa, trabalho, filhos e marido, ficando elas próprias para ultimo plano, e muitas vezes esse “ultimo plano” é adiado para o dia seguinte, para o mês seguinte, ou pensando bem talvez lá para o proximo ano…

E apesar de não demonstrarem, às vezes as mães também ficam frustradas por não conseguirem ter tempo para si.

“Sexo? O que é isso?” Muitas vezes no primeiro ano de vida de um bébé é como se a libido das mães tivesse saído juntamente com a placenta…
Os pais ficam frustrados, as mães ainda mais! Sim, não fiquem a pensar que as mães decidem fazer “greve” porque agora só têm olhos para o rebento… é mesmo algo que não conseguem controlar! E chateia, acreditem!

Às vezes, as mães têm vontade de perder a cabeça e agir como loucas histéricas quando os filhos resolvem fazer birras ao mesmo tempo em que se tem o jantar ao lume e se tenta desesperadamente estender mais uma máquina de roupa…

Às vezes as mães sentem-se a sufocar com tudo aquilo que têm de gerir e organizar 24h/24h, 7d/7d

E, às vezes as mães só gostavam de ter direito a uma “pausa kit-kat”…

E isto não faz delas más mães nem quer dizer que estão arrependidas… quer apenas dizer que são humanas!
*(No entanto, há um lado muito mais negro na maternidade, que só algumas mulheres conhecem… eu sou uma delas, há três anos atrás fui apanhada de surpresa nessa “noite sem lua”… mas isso será tema para um outro texto!)
Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

Anúncios

7 thoughts on “O lado lunar da maternidade

  1. Ana Rita Martins diz:

    Adoro a maneira como vê a maternidade. Faz-me sentir que afinal não sou a única a ter estes sentimentos estranhos. Que antes de ser mãe nunca imaginAria que existissem.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s